Técnicas de visualização

Já ouviram falar no poder da visualização?

Técnicas de visualização têm sido usadas por pessoas de sucesso para visualizar os resultados desejados há anos. A prática chegou a dar a alguns realizadores o que parece ser uma super potência, ajudando- os a criar as suas vidas oníricas realizando um objectivo ou tarefa de cada vez com hiper foco e total confiança. Na verdade, todos nós temos esse poder incrível, mas a maioria de nós nunca foi ensinada a usá- lo efectivamente. Atletas de elite usam isso. Os super ricos usam isso. E os artistas em todos os campos o usam. Esse poder é chamado de visualização. A prática diária de visualizar os nossos sonhos como já completos pode acelerar rapidamente a realização desses sonhos, objectivos e ambições.

Usando técnicas de visualização para nos concentrarmos nos nossos objectivos e desejos produz quatro benefícios muito importantes.

  • Activa o nosso subconsciente criativo, que vai começar a gerar ideias criativas para atingir o nosso objectivo;
  • Programa o nosso cérebro para mais facilmente percebermos e reconhecermos os recursos que precisamos para alcançar os nossos sonhos;
  • Activa a lei da atracção, atraindo assim para a nossa vida as pessoas, os recursos e as circunstâncias de que precisamos para alcançar os nossos objectivos;
  • Constrói a nossa motivação interna para tomar as acções necessárias para alcançar os nossos sonhos.

A visualização é realmente muito simples. Basta sentar numa posição confortável, fechar os olhos e imaginar – em detalhes tão vívidos quanto pudermos – o que estaríamos a observar se o sonho que imaginámos já se tivesse realizado. Imaginar estar dentro de nós, olhando através dos nossos olhos o resultado ideal.

Quando visualizamos metas como completas, isso cria um conflito na nossa mente subconsciente entre o que estamos a visualizar e o que temos actualmente. As nossas mentes são programadas para resolver tais conflitos, trabalhando para criar uma realidade actual que corresponda ao que imaginamos. A visualização activa os poderes criativos da mente subconsciente, motivando o a trabalhar mais na criação de soluções. Também vamos notar novos níveis de motivação e vamos acabar por fazer coisas que normalmente evitaríamos, mas que nos vão levar mais perto do sucesso.

Os rituais diários ajudam a estabelecer o equilíbrio certo entre pensar no futuro e viver no presente. Começa a escolher um momento durante o qual irás visualizar as tuas metas e visualizarás o sucesso. O ideal é fazer duas vezes ao dia- logo pela manhã e mesmo antes de ir para a cama. 10 minutos ou menos.

Se meditares, faz as visualizações imediatamente após a meditação. O estado aprofundado alcançado durante a meditação aumenta o impacto da visualização. Para multiplicar os efeitos, adiciona som, cheiros e gostos. Mais importante ainda, adiciona as emoções e sensações corporais que estarias a sentir se já tivesses atingido o objectivo. Depois de visualizares cada meta como concluída, é hora de liberar. Deixa de lado os objectivos e passa o resto do teu dia no momento presente. Se achares que a tua mente está a ir para o futuro ao longo do dia, podes usar uma das técnicas de visualização mais básicas. Apenas deixa de lado quaisquer medos ou preocupações que surgirem. Muda os teus pensamentos para o que queres que o futuro pareça quando chegares lá. De seguida, traz a tua atenção de volta ao momento.

Passos a dar para a visualização:

  • Imagina te sentado num cinema, as luzes apagam-se e o filme começa. É um filme teu fazendo exatamente o que quer que tu queiras fazer melhor. Vê o máximo de detalhes que podes criar, incluindo a roupa, a expressão do teu rosto, pequenos movimentos do corpo, o ambiente e qualquer outra pessoa que possa estar por perto. Adiciona qualquer som que ouças- tráfego, música, outras pessoas a falar. E, finalmente, recriar no teu corpo todos os sentimentos que achas que estarias a experimentar quando te envolveres nessa actividade.
  • Sai da cadeira, caminha até à tela, abre uma porta na tela e entra no filme. Agora experimenta a coisa toda novamente de dentro de ti, olhando através dos teus olhos. Isso é chamado de “imagem incorporada” em vez de “imagem distante”. Isso irá aprofundar o impacto da experiência. Novamente, vê tudo em detalhes vívidos, ouve os sons que ouvirias e sente os sentimentos que sentirias.
  • Finalmente, volta para fora da tela que ainda está a mostrar a tua imagem a sair se lindamente, volta para o teu lugar no cinema, estende a mão e pega a tela e encolhe-a até ao tamanho de um biscoito. Então, leva essa tela em miniatura até à boca, mastiga e engole. Imagina que cada pedacinho -como um holograma- contém a imagem completa de ti saindo- se bem. Imagina todas essas pequenas telas a ir até ao teu estômago e saindo pela corrente sanguínea para dentro de cada célula do teu corpo. Então, imagina que cada célula do teu corpo está iluminada com um filme perfeito de ti. É como uma daquelas vitrinas de aparelhos onde 50 televisores estão sintonizados no mesmo canal.

Existem muitos vídeos de visualização na internet. Alguns deles muito bons. Experimentem, as sensações podem ser fantásticas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s