Proteínas. O que são e para que servem?

Uma das maiores dificuldades que eu encontrei quando quis deixar de comer carne foi saber como a podia substituir. A proteína para mim era só carne, peixe ou ovos.

Entretanto comecei de novo a comer carne, mas já sei que proteína é muito mais do que eu achava, e existem muitas proteínas que fazem bem que não faziam parte da minha alimentação. E percebi que não tenho que comer sempre carne ou peixe para a minha refeição estar completa.

As proteínas são consideradas os blocos de construção da vida. Na verdade a nossa pele, ossos, músculos, cabelo, unhas e cartilagem são feitos principalmente de proteínas. A maioria das enzimas e hormonas nos nossos corpos também são proteínas.

As proteínas são constituídas por aminoácidos.

Existem dois tipos de proteína na dieta: completa e incompleta.

A proteína que vem de alimento animal é considerada completa porque contém todos os aminoácidos essenciais.

As proteínas à base de plantas estão tipicamente ausentes em um ou dois destes aminoácidos essenciais, razão pela qual esta forma de proteína é considerada incompleta. No entanto, a soja e a quinoa, dois alimentos à base de plantas, têm proporção equilibrada de aminoácidos e são frequentemente consideradas completas.

Embora a maioria dos alimentos vegetais esteja incompleta por conta própria, comer uma variedade de alimentos garante que os vegetarianos recebam todos os aminoácidos essenciais que precisam.

Algumas proteínas vegetarianas de alta- qualidade:

  • Quinoa;
  • Legumes (feijões, ervilhas, lentilhas);
  • Sementes (cânhamo, chia, linhaça);
  • Oleaginosas (nozes, amêndoas);
  • Spirulina;
  • Produtos de soja orgânica (tofu, tempeh).

A proteína tem muitas funções no corpo além de apenas nos dar energia. Ajuda a fornecer estrutura para os nossos tecidos e células, suporta a nossa imunidade, e ajuda a apoiar o crescimento. Além disso, a proteína é usada no corpo para criar muitas das nossas hormonas, que ajudam os nossos corpos a manter a homeostase, sinalizando que uma acção particular deve começar ou cessar.

Enzimas, que ajudam a precipitar reacções químicas são outro tipo de proteína no corpo.

A digestão de proteínas ocorre principalmente no estômago e termina no intestino delgado.

Quando a comida é digerida, a proteína da dieta decompõe se em aminoácidos utilizáveis.

A proteína contém quatro calorias por grama.

O recomendado é 0,8 gramas por quilograma de peso corporal.

Basta multiplicar o nosso peso por 0,8 gramas para saber as gramas diárias de proteína que precisamos ingerir. São capazes de descobrir que ingerem demasiadas proteínas, o que pode fazer com que o nosso organismo entre em stress.

As nossas necessidades de proteína são maiores quando estamos doentes ou em crescimento (por exemplo, crianças ou mulheres grávidas), à medida que envelhecemos e com actividade física intensa.

Como sempre a bio-individualidade reina, e as nossas intenções devem ser alcançar o equilíbrio nutricional que funciona para nós.

 

 

Foto :

https://tabeladoemagrecimento.com.br/proteina-por-que-e-importante/